Quem escreve

Eu sou Patrícia A. Rosendo

Formada em Comunicação Social, mestre em Ciências da Religião pela Universidade Federal da Paraíba. Atuo exclusivamente como pesquisadora e taromante.

Iniciei os estudos de Taromancia em 2012, desde então sigo participando de encontros, congressos e outros eventos, além de realizar um estudo contínuo por meio de livros, cursos e artigos, lançando mão da literatura disponível para meu aprimoramento. Entre 2019 e 2021 realizei pesquisa de mestrado a respeito do processo de construção do estereótipo presente no imaginário social brasileiro.

Em 2018 fiz transcrição e edição de texto para o segundo livro de Kelma Mazziero – Abrindo o jogo e desmistificando o tarô contemporâneo, do qual assino o prefácio. Sempre que possível, realizo temporadas de atendimentos presenciais em Brasília, cidade que mantenho clientes on-line e visito com frequência. Em 2021, convidada pelo Alouca Tarot, ministrei um curso on-line sobre Métodos & Tiragens, parte técnica da prática taromântica; o curso conta com dez aulas, sendo oito elaboradas e ministradas por mim e duas pelo idealizador da plataforma, Diego Ponciano.

Aprender e repassar conhecimento é definitivamente um dos maiores prazeres que sinto. Costumo dizer que eu precisaria de três vidas seguidas pra conseguir estudar tudo o que verdadeiramente desperta meu interesse, dentre eles filosofia, sociologia, antropologia, psicanálise, religião, além de simbologia e mitologia; as ciências que estudam e investigam o humano e seus fenômenos.

Atuo como taróloga em consultório próprio fazendo leituras on-line para diferentes estados e países. Sempre que convidada, participo de eventos presenciais e on-line, como rodas de conversa com outros profissionais tanto da Taromancia quanto da Ciências da Religião.

Neste blog deposito textos autorais que tentam responder minhas próprias inquietações acerca da Taromancia. Para isto uso como fonte as disciplinas das Ciências Humanas e Ciências das Religiões, tendo os textos acadêmicos como referência central.

Assim como gosto de pensar livremente, gosto também de respeitar a liberdade de pensamento do outro, sempre em brandos diálogos amigado ao conhecimento, nunca em combate ou depreciação.

Será um prazer ver-lhe à mesa ou à roda de conversa!

Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s